POR TI (inédito)



Por causa do meu amor por ti
Caminho léguas por montanhas acidentadas
Carregando peso que não posso aguentar;

Por causa do meu amor por ti
Desdenho dos olhos mortais espreitosos
Até meu último fôlego vital;

Por causa do meu amor por ti
O vigor outroral me apraz,
E de bom ânimo renasço a cada passo,
A cada gota de suor expelida de meu poros
Que se evapora tal força impossuída.

Por causa do meu amor por ti
Me espere, vou chegar!
O infinito é ali mesmo!
Sintoma desta certeza me guiar
Se em pensamento rumando à distância
Ainda quiseres me encontrar.




(2009)

Companheiros de Estrada & Amigos