sexta-feira, 3 de abril de 2009

se tu soubesses...




se tu soubesses
do desespero que a depressão inflama
num olhar vazio
no vazio da vida que chama
a chama do peito inapagável...

se tu soubesses
que o amor guardado pra ti
transcende a paz cultora de preces,
descerias do altar intocável
a a quatro mãos calejadas
ceifaríamos nossas messes...

se tu soubesses
do calor ardendo em mim
tirarias o capuz soberbo
cruzarias as léguas da distância
os mares, os ares, as ruas...
mas, se tão perto estamos
por que voo longe sem ver
todo amor que aqui vejo em ti?
...

se tu soubesses
virias de volta pra mim
...


da dor faço poesia
a poesia escrevo com lágrimas.



***