terça-feira, 8 de dezembro de 2009

AVATAR




cara mutante virtual do teclado
será bicho, gente... paisagem?
será meu rosto real inventado
ou traço de pictórica miragem?

bobagem, transfiguração absurda!
sou só o diabo que tira o mocho,
na merda minha mente chafurda
pra santo em disparada sou coxo.

quem tá doutro lado daqui dalém?
nome errado, caricatura de quem?
alguém preso livre como ninguém?

pintarei de roxo-fosco a tela surda
com desdém num esforço neo além
da turba que me vê beócio outrem.



***