Eu -- por mim mesmo -- por aqui divago a esmo.







Na voz do Chico quero meus antipoemas
com frases amenas puras e sem cabresto
escrevo com sangue à beira dos sistemas
anteparos de ser o maior num simples texto

Sem pretexto no contexto de vis Helenas
se as invento pueris em rock loque bissexto
que nas estradas se fodeu por ser mecenas
em gueto-cortiço num esplendor bajesto

Do zinco zincado ao léu entre todas antenas
bailarinas paradas de arranha-céus no esto
onde a dua visão me fere com seus dilemas

Se tiro sorte de sul/norte a mãos pequenas
e vou sem rumo, livre de nariz assesto
a neo plagas escritas bravias, serenas


.....................................
nota:
Chico: um personagem andarilho que incorporo


****************

Companheiros de Estrada & Amigos