domingo, 29 de dezembro de 2013

não uso recurso mnemônico em dias primaveris







Depois de 20 dias minha ira resolveu dar uma trégua. Tô leve e contente sem motivo aparente.
Acho que tenho o dom de esquecer minhas mágoas, ou, talvez, eu tenha o dom de esquecer qualquer pessoa,
pois meu universo está em constante expansão. O mais importante, pra mim, é o que possa rolar deste minuto em diante em todos os setores de minha vida. O passado...bem, sobre o passado, não tenho nada a 
comemorar porque, quando quero, sofro de apagão memorial. É por este motivo que adoro a Primavera: estação na qual velho se refaz, enquanto, amiúde, eu assobio ao mistério do que virá.