domingo, 23 de março de 2014

curiosa indiscrição







SORVO O ÁLCOOL
PRA INEBRIADO
PENSAR QUE SOU FELIZ.

SE TODO MEU MOMENTO
FOSSE inebriante?
EM MENOR E MAIOR ESCALA,
TALVEZ EU PARASSE DE BEBER
PRA SABER, EM ESCAPISMOS,
COMO É A LUCIDEZ.


***
Postar um comentário