"entre aspas"




"alguns, algumas vezes, me chamaram de 'gênio literário'.
fiquei muito honrado por alguns segundos; em seguida,
senti-me triste e absurdamente vulnerável com os
elogios exagerados. olhei ao redor e nem sequer sabia
apertar o botão que move a engrenagem vital. até me
revoltei por inimaginar o quanto  era xucro em
todas as áreas do conhecimento. de lá pra cá,
acho que avancei alguns passos no ritmo
de uma tartaruga..."


***

Companheiros de Estrada & Amigos