terça-feira, 25 de março de 2014

fato banal



06:31:17
hora do rush.
um acidente.
um corpo estendido no asfalto.
uma moto em 8 horizontal.
pequeno congestionamento.
motoristas apressados,
estressados em buzinaço.
cena não ficcional errada.
eu?
um espectador na expectativa
tanto quanto indiferente.
06:35:42.
o corpo atrapalhava o trânsito.
ninguém ainda o socorrera.
apertei o passo.
"tão banal o valor da vida."


****