Leonora.




galo cantou
sol lá vem
meu amor dorme
lá longe sem ninguém

onde andará Leonora
linda pastora
olhos de jabuticaba?
por que não desperta
a seu poeta da madrugada?

será ainda seu fruto 
a cereja da salada,
se a distância mata
e talvez nem seja
mais fruta mais nada?

onde andará Leonora
linda cantora
corpo quente
que me aquecia na geada?

onde estará Leonora
olhos de jabuticaba?
estará ainda tão bela
se a seus olhos
nunca disse nada?

onde andará Leonora
linda doutora
pra me curar do fadário,
se quando a tive
fiz o contrário?

daqui inda a desejo
imagino seu mel
sinto o amargor
pela maldita carência
tanta reticência
se quando a tive
não soube praticar o amor
...

*****



Companheiros de Estrada & Amigos