segunda-feira, 17 de março de 2014

sim, ela lê o meu destino...



poesia
maldita cigana

diz de mim
com toda flama

finjo que acredito
ela, que me engana


***