quinta-feira, 10 de abril de 2014

o sim e o não




quando palavras de amor eu te disse

teus olhinhos pareciam dois vagalumes 
tais dois astros lá na imensidão

teus pés pareciam andar sem tocar o chão

teu coração parecia as pás do moinho
a girarem numa tempestade em  profusão

...

quando me disseste que não mais me amava

meus olhos pareciam dois pontinhos negros
fugidios, perdidos na escuridão

meus pés, estáticos, pareciam fincados no chão

meu coração era o moinho destruído
com as pás arremessadas ao ermo, à sofreguidão





88888888