retalhos.






se faço um poema ou prosa
vem logo a emenda

minha obra fragmentada
é colcha de retalhos
de pequenos textos
que pra embelezar
taco logo a renda

sendo artista só
só vivo
na costura do lenga-lenga
ansioso que  me penda
pro lado d'alegria


 mas parece que a desgraça
quando me vem
me chega veloz
tão fria
pega vadia uma senda

pra descontrair
talvez eu pegue uma quenga

seja como for
preciso sair da rotina

vou partir pruma lenda
de dor, amor, ódio, seus sais
do demo no andor
...

quiçá eu me emende
e rebusque no baú de ideias
a obra-prima
que um iluminado entenda

que sou sui-generis
no beabá das letras
e o inusitado me prenda sem contenda

preu dormir em paz
desdenhando deste mundorco capenga


***





Postar um comentário

Companheiros de Estrada & Amigos