segunda-feira, 26 de maio de 2014

a vida da flor





A VIDA DA FLOR


Mire a flor
Colhida no jardim.
É segredo suprimido
Vem à tona
Realizar o pedido.

Mire a flor.
Só.
Tão longe esquecida
Sem jardim
Sem fundo colorido
A encantar meus olhos
Sem nunca tê-la possuído.

Mire a flor.
Do jardim
Da copa das árvores
Inalo seus aromas
Sinto-na parte de mim.

Mire a flor.
A flor mais bonita
Desejo duma vida
Perfume a exalar
Da flor que passa
Passa sem me notar.

Será a beleza da flor
Tão igual
Tão fugaz
À lembrança que sinto
Por onde eu for?

Mire o jardim.
As árvores
Flores sorriem.

Onde andará a flor solitária
Se entre tantas
Como o amor
Em pálida vertigem
As pétalas caem
E noutra estação
Renasce virgem?


****