primeira carta de Rehgge aos corruptos.





primeira carta de Rehgge aos corruptos.
(sub-título: a crosta verde-musgo)





adentrei a catedral de aroma frugal.
ao lado do púlpito meu santo ajudador.
PUTZ!!!
escorreguei numa crosta verde-musgo: bati a cabeça!
...e uma voz comigo falou:
-- estás com dor? já jogaste 1% dos teus atos
rancorosos. aqui tem justiça! sou teu fiel.
se andares torto sou teu primeiro opressor.

e saí da igreja vazia, sem rumo, pensando
nos porquês. se a justiça que creio é assim,
imagino que o tribunal lá da corte tenha
o capiroto de juiz...e o confessionário
de sacanagens & maracutaias vire
piada  depois dos escorregões dos
colarinhos brancos.

cá pensando me pergunto
se a máfia já se entronizou
até na casa santa, ou,
se sou apenas um imbecil
que corrobora
com a verdade de mentirinha...?
será? ai, meu Deus do céu, reinvente
meu país!!! aqui quem pensa e pisa
na merda não põe o nariz!!!

eta lugar dos diabos, sô!!!


******

Companheiros de Estrada & Amigos