Comunidade Hálux






Comunidade Hálux



um pensar prosopopeico que se estilhaça.
vou, pela vida, garimpando os resquícios
em flashes que me vêm numa incontida
vontade de vociferar fragmentos de um
tempo outrora mais feliz e real.

foi-me dificultoso chegar até aqui
com minha ideologia, enfim, só resta
adaptar-me. não sei se estou preparado
para romper com minhas antigas e utópicas
convicções.

eu tinha, como todos, duas falanges
nos dedões dos pés... perdi-os nas estradas.

nos polegares, um CH tatuado pra que eu nunca esqueça
e me isole da falange hipócrita, ok.

saudações malucas de um maluco
a ponto de uma erupção mental,

ou, talvez, eu ainda seja
um andarilho e anarquista experimental

ou...talvez...ainda
eu seja um cara de pensares fundos
inabilitado para os percalços
e peças que os macacos eretos
administram como "VIVER",
sem pensar na poluição de ideias que
que infestam o universo de quem
crê em humanidade. FIM.

Comunidade Hálux, a minha.
Postar um comentário

Companheiros de Estrada & Amigos