fuga a lugar nenhum que me faça te esquecer...


*****
"este poema fiz navegando no face em 5  minutos como
uma indireta a uma pessoa que amo. podia remendá-lo, mas aí perderia a originalidade."



fuga a lugar nenhum que me faça te esquecer...





se sem querer sou teu menino

ora, ora, que culpa tenho eu?
não escolhi o nosso destino
foi o destino que nos escolheu

também quero de ti fugir
como da cruz o pífio ateu,
enfim, temos que leves seguir
no vício que a gente se meteu

vamos viver hoje o que há
livres do ódio que se perdeu,
'tamos a um triz da hora agá
do sonho que em nós nasceu

"será que fugir e fingir
é nossa forma de amar
e nos traz contentamento
se, a cada momento,
mais perto de ti eu quero estar
pra declarar minha única verdade?"


****
Postar um comentário

Companheiros de Estrada & Amigos