pela internet e assistindo tevê.




hello, seu webmaster,
tá pensando o quê?
só porque postei um texto gótico/erótico
de sexo entre cadáveres em decomposição
fui bloqueado sem mais nem menos!
piores são os filmes de sexo explícito
sem nexo, sem enredo,
que não me excitam.
já tenho 50 anos,
e prefiro assistir o jorro do garanhão
iludido pelo cheiro do cio da égua,
que enche o recipiente (porrômetro?) de esperma,
é mais educativo.

ei! pare de censurar o livre pensamento,
a carapuça só é pra alguns...
pior que dois cadáveres metendo
é a guerra civil do Rio 40 graus,
é a bala perdida matando inocentes,
é o tráfico de entorpecentes
e os que são usados por seus agentes,
são as crianças com seus cachimbos de crack
nas cracolândias mutantes,
pior é a chacina de todo dia,
pior é trânsito descomunal
com seus bêbados assassinos,
pior é a tavolagem dos imbecis
em caça-níqueis não tão camuflados
que alimentam a máfia,
piores são os soldadinhos de chumbo
que não vigiam a Amazônia, o Pantanal;
piores são os línguas de aço da nova oposição,
pior é a indústria da religião,
piores são os pedófilos de plantão...
e mulheres de bunda larga,
bandas largas,
banda larga instantânea
em chats de conversação.

hei, seu webmaster!
te peguei pra Cristo!
 aqui sorvendo um uísque paraguaio
defronte um canal aberto
que explora as desgraças.

hello, seu webmaster!
no meu RG tá minha cara,
a tua nem imagino...
desbloqueie minha obra-prima
pra gringo saber
que brasuca sabe escrever
em português e portunhol e,
talvez se aproxime do francês
em outros acordos ortográficos...
e nem pude opinar...
tá certo que minha caligrafia é garrancho,
mas nem por isso, não, não,
penso que minha pornografia
seja o oposto dos 'Cantares de Salomão'.

ah! seu webmaster:
 aqui digitando no Corel
todo meu desabafo, meu xeque-mate
a você minha válvula de escape,
já que és virtual,
mas pra quem exporei meus textos
se não sou escriba comercial?

hellohello, webmaster!
 mudando de canal futgol,
novelas, tic, tantos ticsfutgol...
mais uma passada, interessante...
'Histórias Extraordinárias'
de um tal de E. A. Poe.
confira, um dia, webmaster senhor
que o que escrevi
é do demo, meu eu num dia de furor,
e, por favor
reconsidere meu texto,
sou artista acidental
e assino como fulano de tal...
é... deletar a ficção é fácil.

alô, alô, tem alguém aí?



(2008)

Companheiros de Estrada & Amigos