sexta-feira, 10 de outubro de 2014

peneira do tempo.




peguei os poetas, areias finas
e suas poesias, pedregulhos
: comecei a peneirar

sobraram só  memórias
que se perdem
e que o futuro  dispersa


***