quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

poema repentino no facebook




meus olhos pousam no teu ser
enquanto você dorme
no silêncio de minhas palavras mais profundas
que me despertam a acordá-la
pra simplesmente dizer
o quanto te amo
em visões do que ainda temos pra viver