quinta-feira, 18 de maio de 2017

minhas veras promessas de amor.



terás de mim o amor idílico
ao ritmo do voo da borboleta
a pousar na suave pétala 

terás meus sutis toques 
em teu colo desnudo
num dueto de arrepios

terás minhas utopias
minhas sinfonias 
dentro de teus ouvidos

terás meu mel
a adoçar teu paladar
e aguçar tua fome

terás que rir de minhas fraquezas
e eu do visgo de teus olhos

terás o compasso do meu coração
no prazer que só a ti manifesto
por sentir-me completo


até podermos
ouvir o som de nossos silêncios
e rirmos das tolices
do mundo novo que te prometo


***






Postar um comentário