quinta-feira, 1 de junho de 2017

minha expectativa em contraponto à dos espectadores.




se a frieza
a frieza espessa
em meu ser fizer sangria
e a marcha
a marcha caudalosa e sombria
atordoar minha cabeça
,,,
saibam
ó espectadores de minhas caídas!
que o meu recomeço
renasce das vidas jazidas
ao derredor de meus guias de luz
e se vão húmiles
resgatadas
em acenos ao meu intelecto
ao último nicho invisível
à galaxia de suas moradas

meu gravitar profundo e secto
são  flashes de redemoinhos
fragmentos de energia
além de toda filosofia
que de 1 em 1
raptam cada criatura
nos jás!  dos caminhos

eia! frieza plural!
não sangreis o que resta de mim
com as setas envenenadas
do raciocínio irascível!
deixe-me sentir num interlúdio
qualquer espectro sensitivo
qualquer sinal vital possível!

deixe-me voar
apenas voar
a mundos abstratos
...



***





















Postar um comentário