sexta-feira, 14 de julho de 2017

**nota de rodapé;



o poeta vive e morre num poema, 
renasce no próximo até desencarnar.


***
Postar um comentário