as direções do meu nariz.



folguei com a morte
ao norte de meu nariz impreciso

folguei com a vida
e só agora diviso
o que morreu ao sul de meu nariz

há tanto diz-que-diz
a leste-oeste
mas sigo em linha reta
imaginária
removo os anteparos
da lida ordinária.

folguei e folgo
viver eu preciso
impreciso
enfiar meu nariz
em qualquer direção inversa
pra não dizer que não vivi

...........................................

Companheiros de Estrada & Amigos