quinta-feira, 16 de outubro de 2014

desconstrução.




o sapo na lagoa
de plantão
coaxa
à toa à toa

o passarinho
a rés do chão
saltita
pia e entoa
atrás do inseto que
voa voa

eu passo de largo
à toa à toa
meu pensar
voa voa
sei do progresso
e isso
me magoa  magoa



****